Em que situações devemos dar presentes no Japão?

Em que situações devemos dar presentes no Japão?

Em praticamente todos os lugares do mundo, existe a tradição de dar presentes, especialmente em datas específicas como datas de aniversário ou Natal. Dentro de qualquer sociedade, esse ato é visto como um símbolo de proximidade e afeto, além de uma maneira de criar boas relações entre as pessoas.

Mas no Japão, o costume de dar presentes é visto como sendo muito mais do que uma simples convenção social. Está enraizada em sua cultura e tem até um nome específico: Zoto (贈答). Trata-se de uma tradição social muito importante no país, cheia de regras pré-estabelecidas dentro da sociedade japonesa.

Na verdade, o ato de dar presentes faz parte do Giri (義理), que pode ser traduzido como ‘obrigação social’, tradição de raízes muito antigas que remontam os tempos dos samurais. Assim também ocorre com o ato de retribuir um presente ou favor prestado, conhecido como Okaeshi (お返し).

Ocasiões em que se deve dar presente no Japão:

Presentes Ochugen e Oseibo

Há muitas ocasiões em que se deve dar presentes no Japão e cada uma possui regras distintas que podem parecer um pouco complexas para muitos estrangeiros. E se você não se adequar a essas regras, um mal entendido pode ser causado entre você e seus vizinhos ou colegas de trabalho.

O ato de entrega do presente também deve ser realizado com bastante formalidade. Deve-se curvar educadamente e entregar o presente com as duas mãos, com as palmas da mão viradas para cima. O destinatário receberá da mesma forma, com as duas mãos e também com uma reverência.

Na cultura japonesa, a apresentação do presente é tão importante quanto o presente em si. Por isso, existem muitos costumes relacionados com o embrulho dependendo do tipo de presente e a ocasião. Confira um vídeo com uma demonstração de embrulho feito em uma loja de departamento no Japão.

Veja algumas situações em que é comum oferecer um presente no Japão:

Temiyage (手土产) – Ao visitar a casa de alguém, sempre trazer um presente. Um dos presentes mais comuns são docinhos dentro de uma caixa devidamente embalados. Se você está visitando alguém que mora em um lugar distante, é apropriado levar uma lembrancinha típica da sua terra natal.

Omiyage (お土産) – Ao voltar de uma viagem, faz parte da tradição trazer lembranças ou comidas típicas do local para os membros da família, amigos e colegas de trabalho.

Sashi-ire (差し入れ) – Presente dado à alguém que vai realizar uma tarefa como forma de mostrar incentivo. Geralmente é algo relacionado à comida como chás, doces ou frutas.

Omimai (お見舞い): Ao visitar um amigo ou parente no hospital é comum levar flores para o enfermo. No entanto, evite algumas flores como lírios e camélias pois estão ligadas à morte e também flores com raízes, pois estas simbolizariam uma longa permanência no hospital. Há quem prefira levar livros ou revistas para que a pessoa tenha uma estadia hospitalar menos enfastiante.

Gonyūgaku iwai (ご入学 祝い): É tradição dar livros e material escolar no valor de cerca de ¥ 2.000, quando o filho de um amigo ou vizinho entra no ensino fundamental. Para retribuir, os pais da criança entregam um cartão de agradecimento ou uma porção de Sekihan (arroz cozido com azuki).

Gawari Meishi (替わり 名刺): Na cultura japonesa, pedir um favor é uma das coisas mais difíceis de se fazer. Assim, quando isso acontece, você deve dar um presente para a pessoa como forma de agradecer e se desculpar pelo transtorno que possa ter causado. Quanto maior e importante for o favor prestado, mais caro e elegante deve ser o presente que devemos retribuir.

Aisatsu Hikkoshi (挨拶 引っ越し): No Japão, ao mudar para um novo endereço, é de praxe dar lembrancinhas aos novos vizinhos como forma de ganhar a simpatia deles. Para esse intento, deve-se bater de porta em porta para se apresentar e oferecer o presente. Em muitas lojas de departamento há uma sessão específica com estes tipos de presentes como toalhas, panos de prato, etc.

Osenbetsu (お餞別): Quando uma pessoa se aposenta ou muda de emprego, é comum fazer uma festa de despedida e oferecer aos colegas de trabalho uma lembrancinha embalada com papel com um desenho de um laço vermelho e branco amarrados com um nó, simbolizando o fim de uma etapa.

Oshogatsu (お諸月): No Ano Novo é comum as pessoas enviarem o Nengajo, uma espécie de cartão postal, para os familiares, amigos e colegas de trabalho. As crianças também costumam ganhar dos pais e parentes próximos, o Otoshidama, um envelope com uma certa quantidade de dinheiro. O valor colocado pode variar de ¥1.000 a ¥10.000, dependendo da idade da criança.

Kinpuu Noshibukuro – Envelopes com dinheiro

Já em eventos como nascimentos, casamentos e funerais, o costume é dar dinheiro dentro de envelopes específicos, chamados Kinpuu Noshibukuro (金封 のし袋).

Nascimento (Go-shūssan iwai): É costume de dar brinquedos, roupas ou até mesmo dinheiro durante a primeira semana de vida do recém-nascido. Para retribuir o presente ou o dinheiro, os pais normalmente enviam uma lembrancinha com a inscrição do nome do bebê.

Casamento (Go-kekkon iwai): Em um casamento, convém dar notas novas e que não estejam amassadas. Isto simboliza a nova vida que o casal terá após o matrimônio. O valor depende do grau de intimidade que você tem com os noivos, mas geralmente é entre ¥30.000 e ¥70.000 (Não se deve colocar 4 notas no envelope pois é considerado mau presságio).

Funeral (Ososhiki): Em um funeral, é comum dar um envelope com um laço preto e branco amarrados em um nó, indicando o fim de uma etapa. A quantidade de dinheiro varia conforma a relação com o falecido e sua família, mas o valor mínimo é de 3.000 ienes.

Ochugen (お中元) e oseibo (お歳暮)

Ochugen (お中元) e Oseibo (お歳暮) são respectivamente presentes entregues no verão (julho) e no inverno (dezembro). Muitas pessoas preferem esperar por uma dessas ocasiões para dar um presente ou retribuir um favor. Durante os meses de julho e dezembro, é comum encontrarmos seções em lojas de departamento lotadas de presentes que podem ser dados nessas ocasiões.

Ochugen (お中元): Ocorre a partir da segunda quinzena de julho. Os presentes mais comuns são caixas com alimentos ou bebidas. Podem ser doces, comidas e frutas sazonais, licores, cervejas, saque, cafés enlatados, sabonetes, produtos de limpeza, entre outros.

O preço de um presente Ochugen pode variar de ¥ 2.000 a ¥ 5000, mas podemos encontrar presentes com valores ainda mais altos. A escolha vai depender do tipo de relação que você tem com a pessoa a ser presenteada, sendo ele parente, amigo ou colega de trabalho.

O presente deve estar bem embalado e com um pedaço de papel decorativo chamado Noshi (熨斗) anexado ao pacote. Cada Noshi possui um significado, dependendo do design e cor. Vermelho e branco simbolizam sorte e felicidade. Já o dourado e prateado indica que o presente é fino e elegante.

Oseibo (お歳暮): Ocorre a partir da segunda quinzena de dezembro. Oseibo, na verdade, é quase o mesmo que Ochugen, se diferenciando basicamente nas datas e no Noshi utilizado. Mas de resto é praticamente igual. Os presentes comuns são caixas de produtos comestíveis e bebidas.

Como o Oseibo ocorre durante o mês de dezembro, muitas pessoas podem associá-lo com Natal, mas na verdade não está relacionado a esse evento cristão. O Oseibo, assim como o Ochugen, servem para expressar gratidão para com as pessoas a quem nos sentimos em dívida durante o ano.

No Japão, o Natal não é comemorado, embora seja comum vermos muitos locais decorados com temas natalinos. Na verdade, os japoneses encaram o Natal como se fosse um Dia dos Namorados, portanto é comum os casais saírem juntos para passear e jantar nesse dia.

Caso receba um presente de um japonês em alguma dessas ocasiões, evite abri-lo na frente de quem o deu. Isso é considerado desrespeito e falta de educação. E se resolver dar um presente, lembre-se de não dar presentes em que o número de itens seja “4” ou “9”, pois as pronúncias desses números estão relacionadas à “morte” e “sofrimento”, segundo a superstição japonesa.

Como deu pra perceber, o valor do presente é proporcional à gratidão que você sente pela pessoa ou proporcional ao grau de relacionamento que você tem por ela. Apesar desse hábito ter sofrido algumas mudanças ao longo das gerações, é interessante observar que a tradição ainda se mantem viva nos dias de hoje. E você? O que acha da cultura do presente no Japão? Deixe seu comentário!

Quer Aprender Japonês?

  • Akemy Yamasaki

    Gostei demais da reportagem!!! Tirou muitas duvidas!!! Parabéns por manter uma qualidade impecável ao falar desse país maravilhoso que eu amo tanto!!!

  • Mario Asato

    Muito esclarecedor o artigo, me fez entender dúvidas de quando era criança e a pedido de meus pais e avós entregava envelopes e presentes pra amigos e parentes. Ganhei muito dinheiro quando criança no oshogatsu aos visitar os parentes, adorava o ano novo e cantava sempre…hayaku koy koy oshogatsuuu….
    Muito legal o artigo!!!!!

  • Rodravaz

    Show de bola, bem interessante!!

  • Kasugano br

    Tomara q eu lembre de tudo quando for morar lá kkkk

  • juliana Araujo

    Muito maneiro. Mas o bolso deve sofrer kkkk