Nanakusa Gayu – As 7 ervas da Primavera


Nanakusa Gayu – A sopa de 7 ervas do Ano Novo

No dia 7 de janeiro, oficialmente o Ano Novo termina no Japão e as pessoas comem mingau de arroz no café da manhã. Mas não é um mingau qualquer… é um mingau chamado Nanakusa Gayu (七草がゆ). Nanakusa significa 7 ervas e Kayu / Gayu significa mingau em japonês. É uma espécie de sopa de arroz com sete ervas diferentes: Hotokeza, Gogyou, Suzuna, Seri, Suzuhiro, Nazuna e Hakobera.

O dia 7 de janeiro é declarado o fim do OShougatsu (正月) no Japão, e o Nanakusa Gayu é uma refeição típica do último dia das festividades de Ano Novo. Por ser uma sopa (Atsumono) é refeição bem leve e segundo os japoneses dizem, o Nanakusa Gayu serve para reabastecer o corpo com a energia saudável da natureza, recuperando o aparelho digestivo, após tantos comes e bebes do Ano Novo.

A tradição veio da China, onde havia o costume de comer ervas recém colhidas no início do ano novo. Acredita-se que comê-los no dia 7 de janeiro, atrai boa sorte, saúde e ajuda a afastar todo o mal do corpo e doenças. Além disso, trata-se de uma refeição saudável e natural que oferece muitas vitaminas e energia, embora seja leve.

Este costume começou no Período Heian (794-1192), embora, alguns historiadores afirmem que a tradição tenha se iniciado um pouco mais tarde, no Período Muromachi (1336-1573). Como agora a Primavera já está próxima, a sopa também é chamada de Haru no Nanakusa (As 7 ervas da Primavera) ou então Nanakusa No sekku (七草の), que significa Festival das 7 ervas.

Quais são as 7 ervas da Primavera?

As ervas que são colocadas na papa de arroz são:

Hotokeza (ホトケノザ/Lapsana),
Gogyou (ゴギョウ/Jersey Cudweed),
Suzuna (スズナ/Nabo),
Seri (セリ/Salsa japonesa),
Suzushiro (スズシロ/Daikon),
Nazuna (ナズナ/Bolsa de Pastor),
Hakobera (ハコベラ/Stellaria).

Geralmente, os japoneses já compram um pacote que contem todas essas ervas, facilitando o preparo da mesma.

Por que o 7 é um número de sorte no Japão?

Você deve estar se perguntando, mas por que 7 ervas? E por que 7 de janeiro? A resposta é simples: O número 7 é um número de sorte não só no Japão como em muitos países. No budismo por exemplo, acredita-se que o homem reencarna 7 vezes. Já no xintoísmo, há os Sete Deuses da Sorte, os Shichi-fuku-jin (七 福神) . São eles:


Fukurokuju, o deus da longevidade.
Hotei, o deus da felicidade.
Bishamon, o deus da prosperidade, da guerra e dos guerreiros.
Ebisu, o deus dos pescadores e da riqueza
Daikoku, o deus da riqueza e dos fazendeiros.
Benzaiten ( ou Benten), a deusa da música.
Juroujin, deus da sabedoria, riqueza, felicidade e longevidade.

Os japoneses ainda tem o costume de comemorar a sétima noite após o nascimento de um bebê e, assim, como os cristãos realizam uma missa uma semana após a morte e, novamente, depois de 7 semanas. O 7 é um número simbólico no mundo inteiro por fazer referência a uma série de coisas como: “7 Maravilhas do Mundo”, “7 Pecados Capitais”, “7 Dias da Semana”, “7 cores do arco-íris” e assim por diante.

Existe também um provérbio que diz: “Nana-korobi Ya-oki (七転び八起き)”, que significa literalmente: ” A cada sete quedas, oito eu me levanto, que se refere que embora a vida tenha seus altos e baixos, não devemos desistir por maior que seja o obstáculo ou o problema a ser enfrentado.

Outro hábito japonês em relação ao número 7 são os arranjos com as sete flores do outono para homenagear a entrada dessa estação e uma curiosidade interessante: No idioma japonês arcaico, o ideograma que representava a felicidade era formado por três números 7. Sem falar no filme “Shichi-nin no Samurai” (Os Sete Samurais) de Akira Kurosawa, que ficou mundialmente famoso.

Tem ainda um Festival famoso no Japão, chamado de Tanabata Matsuri, que ocorre no dia 7 do mês 7 (7de julho), conhecido como “Festival da Sétima Noite”. E os 7 Princípios do Bushido: Justiça (Gi), Coragem (Yu), Benevolência (Jin), Respeito (Rei), Honestidade (Makoto), Honra (Meiyo) e Lealdade (Chuggi).

Como podemos ver, o 7 é considerado um número de sorte pelo povo japonês, ao contrário dos números 4 (pronunciado “shi”) e 9 (pronunciado “ku”) que são considerados de azar, por causa da pronúncia. Veja mais sobre isso no artigo Superstições japonesas e Yakudoshi, as idades do azar.

Outras tradições de Ano Novo no Japão:
Nengajo – Cartões postais de Ano Novo
Ano Novo no Japão – Amuletos
Ano Novo no Japão – Comidas
Ano Novo no Japão -Rituais
Ano Novo no Japão –Jogos do Oshougatsu
Como dizer Feliz Ano Novo em japonês

Texto originalmente escrito no dia 7 de janeiro de 2011

Quer Aprender Japonês?

7 Comentários

  1. Pingback: Kagami Biraki - Cerimônia da Comunhão Espiritual | Curiosidades do Japão

  2. Pingback: Kiku no Sekku - Dia do Crisântemo no Japão | Curiosidades do Japão

  3. Pingback: Shichi Fukujin, os 7 deuses da fortuna | Curiosidades do Japão

  4. Pingback: Tradições de Ano Novo no Japão | Curiosidades do Japão

  5. Leila de Freitas

    Gostei d saber sobre o mingau das sete ervas…gosto muito de saber sobre as tradições japonesa

  6. Japão em Foco

    Oi Leila!
    Que bom que você gostou!
    Abraços!

  7. Maria Cristina

    Boa tarde! Gostaria de saber se existe alguma erva para banho na cultura japonesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *